Perdendo e ganhando de alguma forma

Um dia estava toda radiante e feliz com a notícia de que seria mamãe novamente e pá… como faço para digerir que eram gêmeos e que eles não se desenvolveram? Muito amor envolvido e muitos abraços apertados. Como o abraço cura, minha gente. E como curou a minha dor rápido.

Amor e carinho é tudo que levamos dessa vida. Nos sentirmos amadas com nossos defeitos e incertezas, acalanta o coração e te faz suportar os momentos difíceis. A família e os amigos tem um papel fundamental nessas horas. Eu posso me sentir felizarda, por ver e sentir o quanto sou querida por muitos. Tenho a certeza hoje, que Deus não nos dá nada que não podemos enfrentar, que podemos ser fracas em chorar sim e que chorar acalma o coração e bota toda a tristeza pra fora. Eu recebi TANTO carinho de todos que sabiam que eu estava esperando meus bebês e, foram eles que me ajudaram a passar pela dor. Obrigado, obrigado!

Saio dessa fortalecida com a vontade de buscar pra minha vida e rotina, somente aquilo que agrega. Por isso, muitas mudanças visualizo no meu caminho. Certeza firmada de que não há nada que eu e meu marido não possamos enfrentar juntos. Digo hoje que ele é a minha fortaleza. Acho que ele nem desconfia do poder que tem em minha vida e a fé que ele deposita em mim, me enche de amor. Não há nada mais importante hoje, do que meu marido e meu filhote terem noção do quanto eu amo eles. E isso me faz ter certeza de que dias melhores virão e minha peteca não pode cair. Abraço infinito e do tamanho do mundo, pra quem teve vontade de ler meu post até o final, ele foi escrito com o coração.

Leia mais